Noticias

Dia do Hino Nacional: relembre cinco grandes comemorações de Ayrton Senna no pódio

11/04/2017

O dia 13 de abril é muito especial para a carreira de Ayrton Senna. Foi neste dia em 1986 que o piloto brasileiro conquistou a vitória em Jerez de la Frontera, com 0s014 de vantagem para Nigel Mansell. Como é tradição na F-1, este primeiro lugar fez o hino brasileiro ser executado no pódio na Espanha – e uma feliz coincidência é que no dia 13 de abril é justamente comemorado o Dia do Hino Nacional. Uma data especial que pede uma lista de vitórias inesquecíveis do piloto na principal categoria do automobilismo mundial:

Alemanha – 1990

Feliz com a vitória na Alemanha, Senna retomou a liderança do campeonato de 1990 e de quebra igualou as 24 vitórias de Juan Manuel Fangio, uma das suas grandes inspirações nas pistas. No pódio, o brasileiro deu tapinha no boné de Alessandro Nannini e no de Gerhard Berger, demonstrando muita alegria na comemoração. Essa foi a terceira vitória consecutiva de Senna na pista de Hockenheim. O brasileiro já havia vencido em 1988 e 1989.

Interlagos – 1991

Mesmo desgastado e nitidamente sem força, Senna fez a festa com a bandeira do Brasil no pódio em Interlagos quando conquistou sua primeira vitória no País em 1991. Emocionado após ter conseguido terminar a prova apenas com a sexta marcha, o piloto da McLaren foi ovacionado pelo público e bastante aplaudido por Gerhard Berger e Riccardo Patrese, que também estavam no pódio.

Mônaco – 1992

Com um carro bem inferior ao da Williams de 1992, Ayrton Senna conseguiu encerrar o período de cinco vitórias consecutivas de Nigel Mansell superando o piloto inglês na corrida de Mônaco. Com a quinta vitória em Monte Carlo, Senna igualou Graham Hill como maior vencedor do GP. No pódio, o piloto brasileiro deu um banho de champagne em Mansell, que estava completamente exausto após perseguir Senna nas voltas finais.

Interlagos – 1993

Em uma corrida dramática e com pista molhada, Ayrton Senna venceu o GP Brasil de 1993 com uma bela ultrapassagem em Damon Hill, da Williams. No pódio, Senna deu um forte abraço em Juan Manuel Fangio, ex-piloto argentino que tinha uma grande amizade com o brasileiro. Após a comemoração e estourar a champagne, Senna ainda fez a festa da torcida ao jogar o seu boné para os fãs.

Donington Park – 1993

Em uma das vitórias mais heroicas de Senna na F-1, o piloto brasileiro ultrapassou Michael Schumacher, Karl Wendlinger, Damon Hill e Alain Prost com belas manobras na primeira volta mais famosa da F-1.

Com a pista molhada, Senna deu um show e ainda cravou a melhor volta da corrida passando por dentro do box, já que na época não havia limite de velocidade na área. Após receber a bandeira quadriculada, o tricampeão foi para o pódio carregando a bandeira brasileira e mostrou muita alegria ao comemorar a vitória justamente na pista onde havia feito seu primeiro teste com um carro de F-1 dez anos antes.