Galeria

“Os melhores objetos que decoram a minha casa são os meus troféus”

Ayrton Senna orgulhava-se muito deles. De todos. Também foi sempre muito cuidadoso com os seus equipamentos de corrida e com os presentes que ganhava de fãs e amigos. Por isso, o acervo pessoal de Ayrton Senna é muito grande. Entre tantas peças, destacam-se, entre as suas preferidas, aquelas utilizadas em corridas marcantes pela Fórmula 1.

Troféu do 4º lugar no campeonato de kart Pacific Championship Race, conquistado em 1978
Super Licença emitida pela Federação Internacional de Esportes a Motor, em 1982
Licença internacional de concorrente, emitida pela Confederação Brasileira de Automobilismo e Federação Internacional de Automobilismo, em 1986
Troféu de campeão do Mundial de Fórmula 1 de 1988, da Federação Internacional de Automobilismo
Troféu Casco D’Oro (capacete de ouro), concedido pela revista italiana Auto Sprint, pela conquista do Mundial de Fórmula 1 de 1988
Troféu de campeão do Mundial de Fórmula 1 de 1990, da Federação Internacional de Automobilismo
Troféu de campeão do Mundial de Fórmula 1 de 1991, da Federação Internacional de Automobilismo
Troféu Casco D’Oro (capacete de ouro), concedido pela revista italiana Auto Sprint, pela conquista do Mundial de Fórmula 1 de 1991
Champanhe utilizada por Ayrton Senna para comemorar a vitória no GP de Mônaco de 1991
Troféu Graham Hill, conquistado por Ayrton Senna após a quinta vitória no GP de Mônaco (1987, 1989, 1990, 1991 e 1992).
Grau de Gran Cruz da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, concedido a Ayrton Senna em homenagem póstuma em 11 de agosto de 1994
Homenagem especial da International Star Registry a Ayrton Senna, que nomeou uma estrela do universo com o nome do tricampeão em 1994.
Bombeiros prestam uma homenagem a Ayrton Senna com capacete da corporação idealizado com as cores do capacete do piloto brasileiro, em 1995.
Capacete comemorativo do título mundial de 1991. Homenagem foi concedida pela Federação Internacional de Automobilismo em 1999, quando a entidade prestou um tributo aos campeões no cinquentenário da F1
Tela em aquarela e guache, uma homenagem a Ayrton Senna do artista Craig Warwick
Tela em aquarela e grafite, obra de 1990, uma homenagem a Ayrton Senna do artista Craig Warwick
Tela do artista Edward de Geus em homenagem a Ayrton Senna. Obra de 1997
Pintura sobre cerâmica que retrata Ayrton Senna no cockpit, do artista Sante Guinassi
Técnica mista sobre tela, obra de 1995 do artista Naza em homenagem a Ayrton Senna
Primeiro capacete usado por Ayrton Senna no kart, em 1973.
Capacete usado por Ayrton Senna no Mundial de Kart entre 1978 e 1982, desenhado por Sid Mosca
Capacete usado por Ayrton Senna no primeiro GP de Mônaco que ele disputou, em 1984
Capacete usado por Ayrton Senna na sua primeira vitória na F1, no GP de Portugal, em 1985
Capacete usado por Ayrton Senna no GP do Brasil de 1994
Capacete usado em Detroit quando ergue a Bandeira pela 1ª vez
Capacete usado por Ayrton Senna na primeira das seis vitórias conquistadas no GP de Mônaco, em 1987
Capacete usado por Ayrton Senna com desenho estilizado de dois aviões em voo ascendente, para homenagear a Força Aérea Brasileira, em 1988
Capacete usado por Ayrton Senna no GP do Japão de 1988, quando conquistou o seu primeiro título mundial de Fórmula 1
Capacete usado por Ayrton Senna no GP do Japão de 1990, quando conquistou o seu segundo título mundial de Fórmula 1
Capacete usado por Ayrton Senna quando ganhou pela primeira vez o GP do Brasil, em 1991 em Interlagos
Capacete usado por Ayrton Senna durante a temporada de F1 de 1992
Capacete usado por Ayrton Senna na segunda vitória no GP do Brasil, em 1993. Ele também utilizou ao capacete no GP da África do Sul do mesmo ano
Capacete usado por Ayrton Senna na maior parte das corridas da F1 em 1993
Capacete usado por Ayrton Senna em Bercy, na França, durante o Elf Master Karting Indoor, em 1993, com a emblemática frase “Senna – Driven to Perfection”
Luvas usadas por Ayrton Senna no GP do Pacífico de 1994
Luvas usadas por Ayrton Senna em 1991, ano da conquista de seu terceiro título mundial de F1
Macacão da Toleman, usado por Ayrton Senna no seu primeiro ano na F1, em 1984
Macacão usado por Ayrton Senna em algumas corridas de 1985
Macacão da Lotus usado por Ayrton Senna na temporada de F1 de 1986
Macacão da Lotus usado por Ayrton Senna na temporada de F1 de 1987
Macacão da McLaren, com a bandeira do Brasil, usado por Ayrton Senna na temporada de F1 de 1992
Macacão da Williams usado por Ayrton Senna em 1994
Macacão usado por Ayrton Senna em Bercy, na França, durante o Elf Maser Karting Indoor, em 1993