Noticias

Um recorde de Senna em seu terceiro ano na F-1: as poles em 86

05/07/2017

1- GP do Brasil

A abertura da temporada de 1986 foi iniciada com Ayrton Senna voando no circuito de Jacarepaguá. O piloto da Lotus cravou o tempo de 1min25s501 e bateu o recorde  da pista do Rio de Janeiro. Confira alguns momentos dos treinos na reportagem da TV Globo.

2- GP da Espanha

Contra as Williams de Nigel Mansell e Nelson Piquet e as McLaren de Alain Prost e Keke Rosberg, Ayrton Senna voou baixo e cravou a pole com um tempo que superou Piquet em oito décimos: 1m21s605 (média horária de 186 km/h).Na corrida, Senna venceu Mansell por apenas 0s014 em uma chegada emocionante.

3- GP de San Marino

Ayrton Senna foi o único dos 15 primeiros do treino classificatório a garantir sua melhor volta na sexta-feira. Enquanto todos os adversários tentavam superar o tempo de 1min25s050 no Q2, o brasileiro usou o sábado para testes voltados para a corrida. Essa foi a terceira pole de Senna em três etapas e todas as primeiras filas tiveram Nelson Piquet ao seu lado no grid.

4- GP dos Estados Unidos

O GP de Detroit de 1986 ficou bastante marcado pelo ato de Ayrton Senna levantar a bandeira do Brasil dentro de sua Lotus após vencer pela quarta vez na história da F-1. No dia anterior, Senna conquistou a pole position com a melhor de suas voltas em 1min38s301, mais de meio segundo à frente do rival Nigel Mansell (Williams). Essa era a quarta pole position de Senna em sete GPs na temporada.

5- GP da França

Senna nunca venceu o GP da França, mesmo após a mudança da pista de Paul Ricard para Magny-Cours em 1991. Sua única pole aconteceu justamente em 1986, quando o piloto da Lotus cravou o tempo de 1min06s526 na versão curta do circuito de Le Castellet. Mansell, que era o segundo no grid por ter sido superado por dois décimos no classificatório, venceu a corrida no domingo.

6- GP da Hungria

A primeira fila com Ayrton Senna e Nelson Piquet se repetiu mais uma vez no GP da Hungria. A disputa na corrida ficou marcada na história da F-1 pela manobra ousada de Piquet e pelas defesas de Senna para tentar segurar o primeiro lugar. No dia anterior, os dois também duelaram pela pole e dessa vez quem levou a melhor foi Senna. O piloto da Lotus fez sua melhor volta em 1min29s450, superando Piquet por 0s335.

7- GP de Portugal

A pole no GP de Portugal foi conquistada mais uma vez de maneira absoluta: Ayrton Senna fez sua melhor volta em 1min16s673, enquanto Nigel Mansell foi o segundo com a Williams sendo 0s816 mais lento. Na corrida, o britânico venceu e Senna vinha em segundo, quando uma pane seca na última volta tirou o brasileiro do pódio.

8- GP do México

Senna conquistou sua oitava pole position do ano e a 15ª da carreira no GP do México. Com o tempo de 1min16s990, Senna superou Piquet por 0s289 em mais uma primeira fila brasileira na temporada. Na corrida, Ayrton foi o terceiro colocado na prova que foi histórica para aquele que viria a ser um de seus grandes amigos na F-1: Gerhard Berger fez excelente prova com a Benetton e venceu pela primeira vez na principal categoria do automobilismo mundial.