Noticias

Rivalidade máxima: as melhores disputas de Senna X Prost na pista!

05/10/2017

Ayrton Senna e Alain Prost protagonizaram grandes disputas na Fórmula 1 com vários duelos em diferentes momentos de sua carreiras. A rivalidade teve o seu auge nas temporadas de 1988, 1989 e 1990, anos em que os dois pilotos foram os principais protagonistas e se encontraram durante a corrida decisiva no GP do Japão.

Relembre alguns dos principais duelos com ultrapassagens e até toques entre esses dois grandes campeões:

1- GP do Canadá 1988

Essa prova em Montreal aconteceu em 12 de junho e foi a segunda vitória de Ayrton Senna pilotando pela McLaren. A primeira havia sido em San Marino, no mês anterior. A corrida no Canadá ficou marcada também pela primeira briga direta pela vitória com ultrapassagem de Senna sobre Prost em um duelo interno entre as McLaren.

2- GP da França 1988

Paul Ricard foi um dos poucos circuitos em que Ayrton Senna não venceu em sua carreira. Sua melhor oportunidade foi na temporada de 1988, quando teve uma disputa intensa com Prost pela vitória. O francês liderou a corrida da bandeira verde até a volta 36, quando Senna tomou a liderança após ter feito um pit stop mais rápido que o rival. O brasileiro seguiu na frente entre as voltas 37 até a 60, mas, ao perder uma das marchas, viu Prost se aproximar e novamente tomar a ponta para vencer ao final das 80 voltas em Le Castellet.

3- GP da Hungria 1988

A menor diferença entre Senna e Prost em uma disputa por vitória aconteceu na linha de chegada do GP da Hungria de 1988, quando o brasileiro superou o francês por apenas 0s529 ao final das 76 voltas em Hungaroring. Senna venceu de ponta a ponta e poupou sua McLaren nas últimas voltas, mas quase que seu companheiro de equipe chegou para surpreendê-lo.

4- GP do Japão 1988

Um problema na largada em Suzuka e parecia que a possibilidade de título para Senna em 1988 tinha ido por água abaixo. O brasileiro era o pole position, mas a McLaren “engasopou” na largada e Ayrton teve que fazer o carro “pegar no tranco” e partiu de 14º para uma excepcional corrida de recuperação nas voltas seguintes. O auge da vitória heroica no Japão aconteceu na volta 28, quando Senna tomou o primeiro lugar de Prost com uma ultrapassagem histórica na reta para o delírio dos fãs japoneses. Era o primeiro título do brasileiro na F-1.

5- GP de Mônaco 1989

A prova em Mônaco na temporada de 1989 marcou a redenção de Senna no Principado. Um ano após o abandono em Monte Carlo quando liderava com 50 segundos de vantagem sobre Prost, o brasileiro queria fazer as pazes com a pista e precisou de outra grande exibição contra o francês para vencer de ponta a ponta. No final, vencendo a disputa interna, impôs 52 segundos de vantagem para o francês.

6- GP do Japão 1989

Após ser 1s7 mais rápido que Prost no classificatório, Senna acabou perdendo o primeiro lugar para o francês na largada da corrida que decidiria o título de 1989. Precisando da vitória para chegar na Austrália com chances de ser campeão, Ayrton tentou ultrapassar o companheiro na volta 47, mas foi tocado pelo francês, que logo saiu do carro. Mesmo com a asa dianteira quebrada, Senna não desistiu e continuou na pista para vencer a corrida. O brasileiro acabou sendo desclassificado pelos comissários após a controversa decisão de não sair pela contra mão na chicane após o toque com Prost. Com isso, o francês foi declarado campeão em uma manobra do seu compatriota Jean-Marie Balestre, presidente da FIA na época.

7-GP do Japão de 1990

O “troco” do brasileiro veio como em um roteiro de filme: desta vez, o acidente entre Senna e Prost deu o título ao brasileiro, que se sagrou bicampeão mundial. Após a corrida, Jackie Stewart entrevistou Ayrton e criticou a manobra, e a resposta do brasileiro virou uma das frases que mais marcou sua carreira: