Notícias

As diversas homenagens a Ayrton Senna no GP São Paulo de F1

Após ir parar nos braços do povo com a vitória em Interlagos no GP do Brasil de 1993, Ayrton Senna foi levado ao pódio pelo Fiat Tempra, safety car da época na F1. O piloto brasileiro comemorou a vitória na janela do carro acenando para o público em momento de muita euforia em Interlagos.

Para reviver essa cena especial, a organização do GP São Paulo de F1 convidou Marcos Alexandre Ferrari Jr, egresso do Instituto Ayrton Senna, para homenagear o piloto passeando pela pista justamente dentro de um Tempra da época.

Marcos atualmente é professor e teve sua vida transformada pelo legado de Ayrton Senna graças ao trabalho socioeducacional do Instituto, que leva o nome do ídolo brasileiro.

“Eu jamais saberei explicar o tamanho da minha gratidão ao Instituto Ayrton Senna e eu pude representar isso na pista, onde a determinação, resiliência e foco de Ayrton Senna representou a importância de tudo isso”, disse Marcos, nas redes sociais.

Aluno da Escola Estadual Professora Altina Moraes Sampaio, de Araçatuba (SP), Marcos passou de líder da turma da bagunça para um dos melhores alunos da escola. “O valor de um professor na vida de um aluno é muito grande. Se não fossem os professores acreditarem em mim, hoje eu não estaria aqui. Quando um professor acreditou em mim, a minha mudança aconteceu”, disse Marcos.

A homenagem, realizada no sábado em Interlagos, emocionou os fãs que lotaram as arquibancadas e foi mais uma entre as diversas ações especiais da F1 que resgataram histórias da carreira de Senna.

No domingo, Lewis Hamilton venceu o GP São Paulo e comemorou pegando a bandeira brasileira para desfilar em sua volta de desaceleração antes de subir ao pódio com ela, emocionar todos os presentes em Interlagos e também o público que acompanhava pela TV. O britânico dedicou a vitória a Senna e aos brasileiros, em um dos momentos mais inesquecíveis da história da F1 no Brasil.

Para retribuir a gentileza, Senna Brands exibiu um vídeo inédito nas redes sociais de Ayrton Senna com agradecimento de Bianca Senna, sobrinha de Ayrton e CEO de Senna Brands, parabenizando o piloto da Mercedes pela conquista no Brasil.

Durante a semana do GP, várias outras homenagens foram dedicadas a Ayrton pelos pilotos atuais do grid. O francês Pierre Gasly visitou a exposição “Eu, Ayrton Senna da Silva” no Shopping VillaLobos e conheceu de perto os detalhes da vida do tricampeão mundial de F1.

“Eu sou um grande fã de Senna como piloto de corrida, mas especialmente como pessoa e pelos valores que ele compartilha. Eu aprendi muito mais sobre sua infância, como ele cresceu praticando esportes e foi muito interessante”, disse Gasly sobre a experiência na exposição.

A ginasta Rebeca Andrade, campeã olímpica e mundial, também teve a experiência de visitar exposição em São Paulo, um dia antes de dar a bandeirada em Interlagos, e falou sobre como se inspira em Senna.

“Todas as vezes que eu vejo alguma frase ou alguma coisa que ele tenha feito acaba mexendo comigo pelo atleta que ele foi e pela pessoa que ele se transformou durante os treinamentos e competições. Foi interessante ver como a família dele representava tanto na vida dele, acho que temos muito a ver nisso”, disse Rebeca após terminar o tour na exposição, que recebeu milhares de fãs entre os dias 6 de outubro até 15 de novembro.