Notícias

Ayrton Senna é homenageado no capacete de pilotos brasileiros em Mônaco

O final de semana do GP de Mônaco é tradicionalmente palco para relembrar grandes conquistas de Ayrton Senna, piloto tricampeão mundial de Fórmula 1. Maior vencedor da história da prova com seis vitórias (1987, 1989, 1990, 1991, 1992 e 1993), Senna recebeu diversas homenagens no Principado.

Além do destaque da marca Senna que passa a ser uma homenagem permanente nos carros da equipe McLaren, o ídolo brasileiro também esteve representado nos capacetes de dois pilotos brasileiros que correram em Monte Carlo no último final de semana: Felipe Drugovich e Gabriel Bortoleto.

Drugovich venceu a prova principal da Fórmula 2 e atualmente lidera o campeonato da categoria de acesso para a F1. O design do seu casco mistura diversas características icônicas de Mônaco e na parte central está Ayrton Senna comemorando a sua sexta e última vitória no Principado dentro do carro da McLaren, com o braço direito levantado.

Após sair do carro, em sua comemoração pelo triunfo, o jovem piloto paranaense celebrou apontado para a parte do capacete em que Senna está representado, relembrando com carinho do seu ídolo das pistas.

Outra homenagem bastante especial aconteceu na Fórmula Regional Europeia (FRECA), em que Gabriel Bortoleto também ilustrou a pintura de seu capacete com Ayrton Senna dentro de uma McLaren, desta vez com o carro do GP de Mônaco de 1989, quando o brasileiro triunfou no Principado pela segunda vez, a primeira com o time de Woking.

Gabriel Bortoleto com capacete em homenagem a Ayrton Senna

No desenho, Ayrton Senna está percorrendo o icônico trecho de menor velocidade da pista, o da atual curva Fairmont, onde está localizado um dos hotéis mais luxuosos do Principado. Bortoleto conseguiu um top-5 e um sexto lugar nas provas do final de semana em Mônaco.