Notícias

Cinco pilotos que inspiraram o talento de Ayrton Senna nas pistas

Em qualquer lista de melhores pilotos de todos os tempos será comum encontrar o nome de Ayrton Senna no topo. Tricampeão mundial de F1, Ayrton Senna nunca revelou ter ídolos específicos no esporte, mas demonstrou sempre muita admiração e respeito por alguns grandes pilotos.

O brasileiro, inclusive, mostrou isso em várias atitudes, como o abraço com o argentino Juan Manuel Fangio após o triunfo no Grande Prêmio do Brasil de 1993. Outra lembrança é ao lado de Emerson Fittipaldi, em 1982, quando o bicampeão mundial de F1 entregou a Ayrton o prêmio pela vitória na Fórmula Ford em Hockenheim. Enquanto Emerson era entrevistado por Reginaldo Leme, repórter da TV Globo na época, Ayrton olhava com admiração para Fittipaldi.

O piloto também já falou sobre sua admiração por um grande rival nos seus tempos de kart e outros grandes ídolos da F1. Relembre alguns dos grandes nomes do automobilismo que influenciaram o tricampeão mundial de Fórmula 1 nas pistas:

Emerson Fittipaldi

Referência para todos os brasileiros, Emerson Fittipaldi foi o primeiro brasileiro a vencer uma prova de F1 e se tornou uma inspiração para todos os pilotos do País que chegaram na categoria.

Campeão mundial em 1972 e 1974, Emerson abriu portas literalmente para Senna, apresentando o jovem piloto, na época ainda nas categorias de base no automobilismo inglês, para chefes de equipes e outras pessoas importantes do mundo da F1.

Terry Fullerton

O britânico Terry Fullerton teve grande reconhecimento quando foi mencionado por Ayrton Senna em uma entrevista após o GP da Austrália de 1993. Ayrton disse que Fullerton foi o adversário mais difícil de enfrentar na pista.

Essas disputas entre Senna e Fullerton aconteceram no kart no final dos anos 70, quando ambos buscavam os principais títulos do kartismo mundial. Fullerton, inclusive, foi campeão mundial de kart em 1973.

Gilles Villeneuve

Um dos pilotos mais arrojados da história da F1, Gilles Villeneuve é considerado um dos melhores pilotos de todos os tempos entre os que nunca foram campeões mundiais. Pai de Jacques Villeneuve, que foi campeão mundial em 1997, Gilles foi uma inspiração para Senna por causa da sua maneira de pilotar, que era sempre no limite.

Jim Clark

Jim Clark foi o recordista de poles da Fórmula 1 até 1989, quando Ayrton Senna o igualou no GP do México e o superou em Phoenix, nos EUA. Bicampeão da F1 com títulos em 1963 e 1965, o piloto inglês é uma das inspirações do brasileiro. Clark disputou a principal categoria do automobilismo mundial entre 1960 e 1968, conquistando 25 vitórias, 33 poles e 32 pódios em 72 corridas. Em 1968, no entanto, o inglês sofreu um acidente fatal em uma corrida de F2 em Hockenheim, na Alemanha.

No meio da temporada 1991, quando Senna já havia conquistado dois de seus três títulos mundiais, o brasileiro visitou o “Jim Clark Room”, uma casa localizada em Duns, na Escócia. O local conta com um acervo histórico em homenagem ao lendário piloto inglês.

Juan Manuel Fangio

Juan Manuel Fangio correu na Fórmula 1 entre 1950 e 1958. Nascido em Balcarce, na Argentina, o piloto continua sendo um dos maiores campeões da categoria com cinco títulos conquistados (1951, 1954, 1955, 1956 e 1957). Senna e Fangio sempre demonstraram admiração de um pelo outro.

O argentino chegou a dar conselhos para o brasileiro após a polêmica decisão do título mundial de 1989 a favor de Alain Prost. Em 1993, inclusive, Fangio fez questão de dar os parabéns a Senna no pódio do GP do Brasil em Interlagos, segunda vitória de Ayrton em seu país natal. A cena do abraço dos pilotos ficou registrada na história da F1.