Noticias

Em última vitória de Lauda na F1, Senna foi ao pódio no GP da Holanda

23/08/2019

O Grande Prêmio da Holanda voltará ao calendário da Fórmula 1 na temporada de 2020 após três décadas de ausência. A última prova disputada no circuito de Zandvoort foi em 1985. Naquela oportunidade, Ayrton Senna conquistou a terceira colocação com a Lotus e foi ao pódio na última vitória de Niki Lauda na F1.

Zandvoort está localizado a 24km da capital Amsterdã e já recebeu 30 Grandes Prêmios de Fórmula 1. Em 2020, no entanto, o traçado do circuito holandês será um pouco mais extenso que o de 34 anos atrás, com 4.307 metros.

Após estrear na F1 em 1984 com a modesta Toleman, Senna estava em sua segunda temporada na categoria, desta vez com a Lotus. Tricampeão mundial, Ayrton enfrentava alguns problemas de confiabilidade com o carro naquele ano, mas conseguiu uma estabilidade maior na Holanda, largando em quarto.

A vitória da prova foi de Lauda, com Alain Prost chegando na segunda posição e Senna completando os três primeiros. Foi o terceiro pódio de Senna em 1985, após conquistar sua primeira vitória na F1 em Portugal e a segunda colocação na Áustria.

Dos 26 carros que largaram no GP da Holanda de 1985, apenas 10 concluíram as 71 voltas em Zandvoort.  Após o pódio na Holanda, Senna empatou Stefan Johansson em pontos e subiu para a quarta posição no campeonato, colocação na qual terminaria a temporada com 38 pontos.

Lauda e Senna foram tricampeões mundiais da F1. O austríaco ganhou seus títulos em 1975, 1977 e 1984, enquanto Ayrton foi campeão em 1988, 1990 e 1991. Somando também os títulos de Prost, o pódio do GP da Holanda de 1985 registrava três pilotos que juntos somariam 10 títulos mundiais.