Notícias

GP de Macau: Vitória histórica para Senna na F3

Em 20 de novembro de 1983, Ayrton Senna venceu uma das corridas mais importantes de sua carreira na Fórmula 3: o GP de Macau. Essa prova ficou marcada na história por ter sido a última corrida oficial do piloto brasileiro antes dele estrear na Fórmula 1 em 1984 com a Toleman. Outra curiosidade é que essa corrida também marcou o dia em que Senna e Gerhard Berger, seu futuro amigo e companheiro de equipe na McLaren, se conheceram.

Havia uma expectativa grande em Macau por essa prova, já que seria a 30ª edição do GP, sendo a primeira vez com carros de Fórmula 3 na disputa. Nos anos anteriores, a competição era somente feita pela Fórmula Atlantic, carros de turismo e motos.

Após conquistar o título da F3 Inglesa em 1983, Ayrton recebeu um convite da Theodore Racing para participar da corrida em Macau, equipe que tinha cores semelhante com as da McLaren, futura equipe de Senna na F1. Por conta do tamanho pequeno dos tanques de combustível dos carros de F3, o GP foi dividido em duas corridas, cada uma com 15 voltas de duração e a somatória dos tempos dos pilotos nas provas decidiria o vencedor.

Os principais adversários de Senna eram Martin Brundle, arquirrival do brasileiro na F3 Inglesa, o colombiano Roberto Guerrero, piloto que havia feito a temporada de 1983 pela Theodore Racing na F1, e Berger, que competia pela equipe Trivellato Racing.

Assim como aconteceria nos anos seguintes em circuitos de rua na F1, Senna foi soberano no GP de Macau. O brasileiro fez a pole position com o tempo de 2min22s02 e liderou a maior parte das provas, sendo a segunda vitória de ponta a ponta.

Na primeira corrida, Senna cruzou a linha de chegada após 35 minutos de corrida com seis segundos de vantagem para Guerrero, enquanto Brundle foi o terceiro colocado. Na prova 2, que era decisiva, Senna superou Guerrero por 1s22 e Berger terminou na terceira posição, fechando o pódio.

A melhor volta da corrida foi de Senna, mas Berger havia recebido o prêmio na cerimônia oficial. Em uma festa após a corrida, o austríaco e o brasileiro conversaram sobre o erro da organização e tudo foi acertado entre eles, sendo marcado ali o início da amizade entre os pilotos.