Noticias

Há 40 anos, Ayrton Senna conquistava o vice-campeonato mundial de kart em Estoril

04/09/2019

O Campeonato Mundial de Kart de 1979, realizado em Portugal no Kartódromo de Estoril, foi decidido em 23 de setembro e teve um empate na soma de pontos na decisão. O holandês Peter Koene, companheiro de Ayrton Senna na equipe DAP, sagrou-se campeão e o brasileiro ficou com o vice-campeonato.

De acordo com a equipe brasileira, em caso de igualdade de pontos seria levado em conta o confronto direto na última das três finais, prova esta vencida por Ayrton Senna com grande distância para os adversários.

A primeira bateria da final havia sido vencida por Peter De Brujin, que era o principal adversário de Senna na disputa. Ayrton chegou a liderar essa prova após ter largado de oitavo, mas um problema no motor fez com que o piloto brasileiro terminasse em quinto lugar.

Na segunda corrida foi a vez de De Brujin, também holandês, ter problemas de motor e não disputar a vitória até o final. Senna estava na liderança desta bateria, mas foi ultrapassado por Peter Koene, que venceu. Ayrton chegou em segundo.

Com o empate em pontos entre Koene e Senna, a organização teve uma interpretação diferente do regulamento em relação aos brasileiros e deram o título para Koene, graças ao resultado das semifinais, onde ele havia chegado em quarto lugar e Senna ficou em oitavo.

O mais curioso foi a forma que Ayrton ficou na oitava posição na semifinal. O brasileiro era segundo até próximo das voltas finais, mas o primeiro colocado nesta bateria teve um problema justamente na frente de Ayrton, que não teve tempo suficiente para desviar e acabou colidindo com o rival e os dois rodaram.

O vice-campeonato em 1979 e também em 1980 (Bélgica) serviram de lição para Ayrton, que conquistou os principais títulos de todas as categorias seguintes que disputou no automobilismo.