Notícias

McLaren de Senna e Ferrari de Prost se encontram 25 anos depois do bicampeonato de Ayrton

Vinte e cinco anos depois de um dos toques mais históricos da Fórmula 1, os carros da McLaren de Ayrton Senna, e da Ferrari de Alain Prost, se encontraram em uma exposição de carros históricos na pequena cidade inglesa de Salisbury, que fica aproximadamente 150 km de Londres, no sudoeste da Inglaterra.

A exposição Wilton Classic & Supercar Show foi realizada no último final de semana, nos dias 6 e 7. O carro do francês (modelo 641) foi levado por um colecionador, já a máquina que Ayrton utilizou foi cedida pela própria McLaren (MP4/5B) para o evento.

Os carros de 1990 de Senna e Prost chegaram em Suzuka, no Japão, para a decisão do título mundial daquela temporada. O brasileiro tinha 78 pontos e Prost 69. Incomodado com a posição de largada no trecho mais sujo da pista, Senna não queria deixar o seu rival levar a melhor depois de tudo o que já havia acontecido no ano anterior, na própria pista japonesa, quando Prost saiu com o título após o brasileiro ser desclassificado por vazar a chicane.

Quando a largada foi dada, Ayrton e Prost se tocaram antes mesmo de completarem a primeira curva e o título ficou nas mãos do brasileiro, que sagrou-se bicampeão mundial de Fórmula 1. Relembre o relato completo desta corrida aqui.