Noticias

Na briga pelo Oscar em 2016, Sylvester Stallone relembra admiração por Ayrton Senna

20/01/2016

No início da temporada de 1994, Ayrton Senna e Sylvester Stallone tiveram uma conversa informal para que no futuro o ator pudesse interpretar o tricampeão mundial de Fórmula 1 nas telonas.

Fã de Stallone e de seu principal filme, Rocky, Ayrton ligou para o astro do cinema norte-americano, que considera até hoje o brasileiro como um dos grandes esportistas da história e relembrou a conversa com Senna neste vídeo:

“Senna foi um dos maiores pilotos de todos os tempos, e ele queria que eu contasse (no cinema) sua história de vida. Conversamos muito sobre isso e uma vez no telefone ele me disse: você é realmente muito bom, adoro seus filmes e etc. Eu disse muito obrigado. E ele continuou falando mais no telefone: eu vou te mostrar a cor (do capacete). Elas são muito semelhantes as que Rocky usava, amarela e preta. Aquilo mexeu comigo. E ele me entregou (o capacete). É realmente incrível, eu nunca vi um capacete como este. Infelizmente ele sofreu aquele terrível acidente, mas este capacete que ele me deu esteve na minha casa durante os últimos 15 anos, e é maravilhoso”, afirma o ator.

Em 2016, Stallone voltou aos holofotes com o sucesso do filme “Creed”, onde refaz depois de 40 anos o papel de Rocky Balboa, desta vez como treinador do filho de seu ex-rival e grande amigo Apollo Creed. A atuação rendeu o prêmio de melhor ator coadjuvante no Globo de Ouro, uma das principais premiações do cinema norte-americano, e também uma indicação ao Oscar nesta mesma categoria. O filme está em cartaz nos cinemas brasileiros desde o último dia 14.

Apesar de não ter concluído o projeto do filme sobre Ayrton Senna, Stallone foi protagonista do longa-metragem “Alta Velocidade”, onde ele interpreta um piloto de Fórmula Indy.