GP de Mônaco de 1988: O dia em que Senna voltou a pé para casa

Voltar

Assim como acontece com muitos pilotos da Fórmula 1, Ayrton Senna tinha uma residência em Monte Carlo, região onde boa parte do circuito é percorrida. Em 1988, Senna liderava a corrida com uma vantagem superior a 55 segundos em relação a Alain Prost, seu companheiro de equipe na McLaren. Quando tudo parecia encaminhado para a segunda vitória do brasileiro no Principado, o brasileiro errou a tomada da curva antes da entrada do túnel e bateu no guard-rail.

Visivelmente chateado com a corrida perdida quando restavam menos de 12 voltas para o final, Senna saiu do carro e foi caminhando até seu apartamento, sem voltar aos boxes ao final do dia. Segundo Reginaldo Leme, jornalista da TV Globo, o próprio Ayrton pediu ao repórter para que ele repassasse as declarações sobre aquele abandono na corrida. Essa história foi contada por Reginaldo no Senna TV, canal oficial do nosso tricampeão no Youtube.