Grande Prêmio da Áustria – 1984

Voltar

O Grande Prêmio da Áustria não trouxe nenhuma grande novidade para Ayrton Senna. O cenário não era o mesmo de antes: muita luta para que o seu limitado Toleman andasse próximo das grandes equipes.

Apesar do esforço, Ayrton Senna não passou de décimo no grid, cerca de três segundos mais lento do que Nelson Piquet (Brabham), Alain Prost e Niki Lauda (McLaren).

Na corrida, fez o possível para alcançar a zona de pontos, mas uma nova falha do carro, desta vez a pressão do óleo do motor, parou Ayrton Senna na 35a volta, quando já era o nono colocado.

Apesar da nova decepção com o carro, Ayrton Senna já começava a ser sondado por outras equipes. A tendência para 1985 seriam as brigas diretas por vitórias.

Ainda na Áustria, Peter Warr e Gerard Ducarouge, respectivamente chefe de equipe e projetista da Lotus, não fizeram mistério sobre um jantar que tiveram com o brasileiro num pequeno restaurante da bucólica vila de Zeltweg, vizinha do autódromo.

Resumo da Corrida

  • 1 N. Piquet
  • 2 A. Prost
  • 3 E. de Angelis
  • 4 N. Lauda
  • 5 P. Tambay
  • 6 D. Warwick
  • 7 T. Fabi
  • 8 N. Mansell
  • 9 K. Rosberg
  • 10 Ayrton Senna
  • 11 J. Laffite
  • 12 M. Alboreto
  • 13 R. Patrese
  • 14 M. Winkelhock
  • 15 R. Arnoux
  • 16 E. Cheever
  • 17 T. Boutsen
  • 18 A. de Cesaris
  • 19 M. Surer
  • 20 G. Berger
  • 21 F. Hesnault
  • 22 J. Gartner
  • 23 P. Ghinzani
  • 24 J. Palmer
  • 25 P. Alliot
  • 26 H. Rothengatter
Voltas 52
Tempo Ensolarado
Volta mais rápida N. Lauda - 1’32’’882
Podium 1º N. Lauda 2º N. Piquet 3º M. Alboreto
Carros 26
Abandonos 13