Grande Prêmio da Holanda – 1984

Voltar

Se havia algo de novo na Holanda naquele ano, com certeza era o assunto da imprensa especializada naquele fim de semana de Grande Prêmio. O tópico: Ayrton Senna.

No sábado, após terminar a classificação em 13o, sem conseguir melhorar o tempo de sexta-feira, Ayrton Senna deixou seu Toleman decepcionado com o rendimento. De repente, estava cercado por repórteres de diversos países que queriam entrevistas.

Começou a imaginar um discurso sobre a conquista de uma pole position:

“Foi assim: eu estava atrás do Prost na curva Tarzan e resolvi ultrapassá-lo por fora para marcar a pole”

E assim Ayrton Senna divertiu-se antes da chegada dos repórteres. Mas eles queriam saber muito mais do que os detalhes daquela 13a colocação para a largada ou do abandono na 19a volta que aconteceria no dia seguinte.

Todos ali queriam saber por qual equipe Ayrton Senna correria em 1985. Havia convites para testes na Williams, Tyrrell, Brabham, Lotus e McLaren. A decisão, é claro, Ayrton Senna não contou naquele dia.

Resumo da Corrida

  • 1 A. Prost
  • 2 N. Piquet
  • 3 E. de Angelis
  • 4 D. Warwick
  • 5 P. Tambay
  • 6 N. Lauda
  • 7 K. Rosberg
  • 8 J. Laffite
  • 9 M. Alboreto
  • 10 T. Fabi
  • 11 T. Boutsen
  • 12 N. Mansell
  • 13 Ayrton Senna
  • 14 A. de Cesaris
  • 15 R. Arnoux
  • 16 M. Winkelhock
  • 17 E. Cheever
  • 18 R. Patrese
  • 19 M. Surer
  • 20 F. Hesnault
  • 21 P. Ghinzani
  • 22 J. Palmer
  • 23 J. Gartner
  • 24 S. Bellof
  • 25 S. Johansson
  • 26 P. Alliot
  • 27 H. Rothengatter
Voltas 71
Tempo Ensolarado
Volta mais rápida R. Arnoux 1'19"465
Podium 1º A. Prost 2º N. Lauda 3º N. Mansell
Carros 25
Abandonos 15