Grande Prêmio de San Marino – 1984

Voltar

Ayrton Senna chegou na quarta-feira em Imola. Estava ansioso para pilotar no circuito que leva o nome do comendador Enzo Ferrari e é conhecido como o quintal da tradicional escuderia italiana.

Visitou as famosas tratorias de Bolonha, capital da gastronomia italiana, vizinhas do autódromo, onde provou deliciosas massas. Na pista, no entanto, sentiria pela primeira vez na F1 o gosto amargo da decepção.

Foi a primeira e a última vez que Senna não conseguiu se classificar para uma prova de Fórmula 1

Em 1984, as tomadas de tempo para o grid de largada eram feitas na sexta-feira e no sábado, valendo a melhor marca de cada piloto. Durante o primeiro dia, na pista seca de Imola, seu Toleman teve problemas com o motor Hart que impediram qualquer volta rápida.

No sábado, a surpresa foi a chuva intensa. Ayrton Senna foi o piloto mais rápido na pista molhada, mas longe das marcas obtidas pelos seus adversários no dia anterior. Assim, teve que se contentar com um penne al dente no domingo.

Foi a primeira e a última vez que Ayrton Senna não conseguiu se classificar para uma largada em sua carreira na Fórmula 1. Mas longe de ser um fim de semana inteiramente perdido, sua performance nos treinos sob chuva foi um prenúncio do que o mundo poderia esperar em uma corrida com as mesmas condições.

Resumo da Corrida

  • 1 N. Piquet
  • 2 A. Prost
  • 3 K. Rosberg
  • 4 D. Warwick
  • 5 N. Lauda
  • 6 R. Arnoux
  • 7 M. Winkelhock
  • 8 E. Cheever
  • 9 T. Fabi
  • 10 R. Patrese
  • 11 E. de Angelis
  • 12 A. de Cesaris
  • 13 M. Alboreto
  • 14 P. Tambay
  • 15 J. Laffite
  • 16 M. Surer
  • 17 F. Hesnault
  • 18 N. Mansell
  • 19 J. Cecotto
  • 20 T. Boutsen
  • 21 S. Bellof
  • 22 M. Brundle
  • 23 P. Alliot
  • 24 M. Baldi
  • 25 J. Palmer
  • 26 J. Gartner
Voltas 60
Tempo Nublado
Volta mais rápida N. Piquet - 1’33’’275
Podium 1º A. Prost 2º R. Arnoux 3º E. de Angelis
Carros 26
Abandonos 14