Grande Prêmio da Alemanha – 1985

Voltar

Ayrton Senna chegou ao Grande Prêmio da Alemanha com novos ajustes para a sua Lotus. Contudo, a reformada suspensão dianteira não se adaptou bem ao novo e seletivo traçado do circuito.

Ao fim da classificação, o piloto brasileiro conseguiu o quinto tempo. Choveu em Nürburgring durante todo o sábado, impossibilitando os pilotos de melhorarem os tempos da sexta-feira.

A pole position inusitada foi de Teo Fabi, que havia substituído Ayrton Senna na Toleman. A festa da modesta equipe que abrigou o brasileiro em 1984 contou com a sua presença.

As alegrias na Alemanha terminaram aí. Apesar de uma largada espetacular, em que pulou da quinta para a primeira posição, a corrida não durou mais que 39 minutos para Senna. A suspensão quebrou e deixou o brasileiro na mão na 27ª das 67 voltas da corrida.

Resumo da Corrida

  • 1 T. Fabi
  • 2 S. Johansson
  • 3 A. Prost
  • 4 K. Rosberg
  • 5 Ayrton Senna
  • 6 N. Piquet
  • 7 E. de Angelis
  • 8 M. Alboreto
  • 9 R. Patrese
  • 10 N. Mansell
  • 11 M. Surer
  • 12 N. Lauda
  • 13 J. Laffite
  • 14 A. de Cesaris
  • 15 T. Boutsen
  • 16 P. Tambay
  • 17 G. Berger
  • 18 E. Cheever
  • 19 S. Bellof
  • 20 D. Warwick
  • 21 P. Alliot
  • 22 M. Winkelhock
  • 23 F. Hesnault
  • 24 J. Palmer
  • 25 H. Rothengatter
  • 26 M. Brundle
  • 27 P. Martini
Voltas 67
Tempo Nublado
Volta mais rápida N. Lauda - 1´22´´806
Podium 1º M. Alboreto 2º A. Prost 3º J. Laffite
Carros 27
Abandonos 15