Grande Prêmio da Áustria – 1987

Voltar

Ayrton Senna ainda brigava por um melhor acerto de sua Lotus. Durante os treinos, contudo, ficou apenas com a sétima colocação para a largada.

A prova começou com muita confusão. Na primeira largada, o francês René Arnoux (Ligier) aprontou uma confusão tão grande que bloqueou todos os carros que estavam da oitava fila para trás. Os carros deveriam se realinhar.

Na segunda tentativa de início de prova, houve novo acidente envolvendo vários carros, só safando-se os pilotos que estavam à frente da 11a colocação.

Ayrton Senna, que escapou ileso nos dois acidentes, chegou a estar em terceiro durante a corrida, mas fechou em quinto lugar, a duas voltas do vencedor Nigel Mansell (Williams).

Sobre seu desempenho e toda a confusão, reclamou, ainda exausto:

“Esse tipo de corrida é aquela que a gente gosta de ver terminada o quanto antes, porque tem muitos acidentes, confusão e o nosso carro todo desequilibrado”

Resumo da Corrida

  • 1 N. Piquet
  • 2 N. Mansell
  • 3 G. Berger
  • 4 T. Boutsen
  • 5 T. Fabi
  • 6 M. Alboreto
  • 7 Ayrton Senna
  • 8 R. Patrese
  • 9 A. Prost
  • 10 A. de Cesaris
  • 11 D. Warwick
  • 12 E. Cheever
  • 13 S. Nakajima
  • 14 S. Johansson
  • 15 A. Nannini
  • 16 R. Arnoux
  • 17 M. Brundle
  • 18 P. Ghinzani
  • 19 A. Campos
  • 20 C. Danner
  • 21 A.Caffi
  • 22 P. Alliot
  • 23 I. Capelli
  • 24 J. Palmer
  • 25 P. Streiff
  • 26 P. Fabre
Voltas 52
Tempo Nublado
Volta mais rápida N. Mansell - 1´28´´318
Podium 1º N. Mansell 2º N. Piquet 3º T. Fabi
Carros 26
Abandonos 11

Senna na corrida

Posição de largada 7
Posição final 5
Melhor volta 1’28’’559
Pontos somados para o Campeonato 2
Posição no Campeonato após a prova 2
O que disse após a prova
“Esse tipo de corrida é aquela que a gente gosta de ver terminada o quanto antes, porque tem muitos acidentes, confusão e o nosso carro todo desequilibrado”