Grande Prêmio da Bélgica – 1993

Voltar

Cansado do ambiente carregado e das manobras políticas nos bastidores da Fórmula 1, Ayrton Senna mudou seus hábitos. Para evitar desgastes e não se enervar, chegava aos autódromos perto do primeiro treino oficial.

“Percebi que um dia a menos nos boxes reduz tensões e me dei o direito de relaxar em rápidos passeios de turismo pelas cidades próximas do circuito”

Mesmo com o quinto tempo para a largada obtido nos treinos de classificação, a receita anti-estresse funcionou nas primeiras voltas.

Após a largada, Ayrton Senna ultrapassou Schumacher (Benetton) no pulo, venceu Jean Alesi (Ferrari) na primeira freada e surpreendeu Damon Hill em seguida.

Mas a alegria durou pouco. Como bem registrou a revista Autosport, “em Spa, contra cavalos não há argumentos”. Ayrton Senna foi vencido nas voltas seguintes pelas Williams e pelas Benetton. Resistiu ao máximo e terminou em quarto lugar.

Depois da corrida, resmungou olhando fixamente a traiçoeira curva Eau Rouge, feita a 300 km/h:

“Hoje não houve uma vez que a fiz sem me perguntar se sairia inteiro no outro lado”

Resumo da Corrida

  • 1 A. Prost
  • 2 D. Hill
  • 3 M. Schumacher
  • 4 J. Alesi
  • 5 Ayrton Senna
  • 6 A. Suzuki
  • 7 D. Warwick
  • 8 R. Patrese
  • 9 J. Lehto
  • 10 J. Herbert
  • 11 M. Brundle
  • 12 K. Wendlinger
  • 13 R. Barrichello
  • 14 M. Andretti
  • 15 M. Blundell
  • 16 G. Berger
  • 17 A. de Cesaris
  • 18 P. Alliot
  • 19 E. Comas
  • 20 T. Boutsen
  • 21 P. Martini
  • 22 C. Fittipaldi
  • 23 U. Katayama
  • 24 L. Badoer
  • 25 M. Alboreto
Voltas 44
Tempo Ensolarado
Volta mais rápida A. Prost - 1´51´´095
Podium 1º D. Hill 2º M. Schumacher 3º A. Prost
Carros 25
Abandonos 10

Senna na corrida

Posição de largada 5
Posição final 4
Melhor volta 1’54’’185
Pontos somados para o Campeonato 3
Posição no Campeonato após a prova 2
O que disse após a prova
“As primeiras voltas foram divertidas, mas depois não consegui manter o ritmo. A dez voltas do fim, o carro começou a vibrar e senti que isso vinha da caixa de câmbio ou do motor” (FORIX)