Grande Prêmio da França – 1993

Voltar

A Renault preparou com júbilo patriótico a sua festa em Magny Cours. Queria mostrar ao mundo que tinha os melhores motores da Fórmula 1.

A supremacia começou no grid de largada, com quatro carros – as Williams e as Ligier – ocupando as duas primeira filas. Ayrton Senna era o quinto, com tempo dois segundos mais lento do que o pole position Damon Hill.

“Bela ocasião para disputar o meu 150º grande prêmio”

A corrida foi novamente toda da Williams, com vitória de Alain Prost e dobradinha no pódio.

Ayrton Senna fechou em quarto, considerando como único fato positivo daquela tarde o primeiro ponto marcado por seu novo parceiro Michael Andretti, o sexto colocado.

Resumo da Corrida

  • 1 D. Hill
  • 2 A. Prost
  • 3 M. Brundle
  • 4 M. Blundell
  • 5 Ayrton Senna
  • 6 J. Alesi
  • 7 M. Schumacher
  • 8 R. Barrichello
  • 9 E. Comas
  • 10 P. Alliot
  • 11 K. Wendlinger
  • 12 R. Patrese
  • 13 A. Suzuki
  • 14 G. Berger
  • 15 D. Warwick
  • 16 M. Andretti
  • 17 A. Zanardi
  • 18 J. Lehto
  • 19 J. Herbert
  • 20 T. Boutsen
  • 21 U. Katayama
  • 22 L. Badoer
  • 23 C. Fittipaldi
  • 24 F. Barbazza
  • 25 A. de Cesaris
Voltas 72
Tempo Ensolarado
Volta mais rápida M. Schumacher - 1´19´´256
Podium 1º A. Prost 2º D. Hill 3º M. Schumacher
Carros 25
Abandonos 9

Senna na corrida

Posição de largada 5
Posição final 4
Melhor volta 1’20’’521
Pontos somados para o Campeonato 3
Posição no Campeonato após a prova 2
O que disse após a prova
“A falta de potência não permitiu que eu fizesse o pit stop e voltasse à frente de Schumacher e Brundle” (FORIX)