Grande Prêmio da Inglaterra – 1993

Voltar

Foi durante o Grande Prêmio inglês que Ayrton Senna começou a desenrolar a sua permanência na McLaren até o fim do ano. O contrato tinha 152 páginas e exigia atenção do piloto.

Na pista, no entanto, até divertiu-se um pouco. Conseguiu o quarto tempo, o máximo que o que seu carro poderia, nos treinos.

Largou, ultrapassou Schumacher e Prost e ficou segurando o francês para Damon Hill folgar na liderança. Não deu certo, porque Hill quebrou e Prost acabou vencendo fácil.

“Curti muito a briga com Prost e depois contra Schumacher. Foram duelos limpos que alegraram o público”

O que ele não gostou mesmo foi ter que aliviar o pé, perdendo o lugar no pódio.

O software que controla o carro acusou três litros de combustível, insuficientes para um ritmo mais forte até o fim da prova. Ayrton Senna preferiu então cruzar a linha de chegada em busca de pontos do que ficar pelo caminho. Terminou em quinto.

Nos boxes, entretanto, foi constatado que ainda havia mais de seis litros no tanque. O erro foi de um engenheiro da Ford enquanto configurava o programa antes da corrida.

Resumo da Corrida

  • 1 A. Prost
  • 2 D. Hill
  • 3 M. Schumacher
  • 4 Ayrton Senna
  • 5 R. Patrese
  • 6 M. Brundle
  • 7 J. Herbert
  • 8 D. Warwick
  • 9 M. Blundell
  • 10 A. Suzuki
  • 11 M. Andretti
  • 12 J. Alesi
  • 13 G. Berger
  • 14 A. Zanardi
  • 15 R. Barrichello
  • 16 J. Lehto
  • 17 E. Comas
  • 18 K. Wendlinger
  • 19 C. Fittipaldi
  • 20 P. Martini
  • 21 A. de Cesaris
  • 22 U. Katayama
  • 23 T. Boutsen
  • 24 P. Alliot
  • 25 L. Badoer
Voltas 59
Tempo Nublado
Volta mais rápida D. Hill - 1´´22´´515
Podium 1º A. Prost 2º M. Schumacher 3º R. Patrese
Carros 25
Abandonos 11

Senna na corrida

Posição de largada 4
Posição final 5
Melhor volta 1’24’’886
Pontos somados para o Campeonato 2
Posição no Campeonato após a prova 2
O que disse após a prova
“Curti muito a briga com Prost e depois contra Schumacher. Foram duelos limpos que alegraram o público”