8 de maio de 1983

Treino Classificatório: 43.35 (1); 43.14 (1).

Grid: Pole position

Resultado: Primeiro.

Senna foi sensacional na curva Paddock Hill, durante o classificatório. “Ele está bem no limite, e eu posso dizer que parece bem perigoso”, escreveu Jeremy Shaw na Autosport, um dos principais veículos de automobilismo na Inglaterra: “Uma vez, na segunda sessão, ele atrasou a redução e entrou na curva sem tração. Mas nem isso foi um grande problema. O brasileiro deslizou para o ‘velho’ circuito (uma faixa paralela da pista) e logo recuperou totalmente o controle do carro”. Ele ficou abaixo do recorde da pista nas duas sessões do treino, que era de 43,64s, conseguido por Mansilla. O mesmo aconteceu com Brundle, Jones e Fish.

Um dilúvio atrasou a corrida. Ambrose e Patey observavam o grid, onde Senna aguardava dentro do seu Ralt, cercado pela mídia brasileira e um enorme círculo de amigos.

Ambrose relembra: “A pressão estava aumentando, assim como a sensação de que logo o perderíamos para a fama. Nós nos abrigamos na arquibancada. Guarda-chuvas se abriam sobre cada carro. A chuva era sólida. Um pequeno rio corria para fora da pista, no mergulho antes da Druids (curva famosa em Brands Hatch)”.

Senna saiu da curva Paddock na liderança, Brundle estava ciente de que seria “bobo” se tentasse qualquer coisa ali. A partir daí, o brasileiro não seria mais alcançado, e afirmou que a vitória tinha sido a melhor da temporada até ali: limpa, merecida e bem feita.

Ambrose e Patey, integrantes da equipe Ralt, lembram-se disso. “A luz verde acendeu e o carro branco com o capacete amarelo desapareceu. Seguro, extremamente confiante, a distância foi aumentando como se não houvesse chuva, como se a água abrisse caminho para ele e fechasse para os demais. Todos os outros pareciam estar em câmera lenta.”

Ayrton completou as 20 voltas da prova na liderança, sem ser incomodado. Essa era a oitava vitória consecutiva do brasileiro na temporada.

•        Pódio: 1- Senna 17m 21,6s, 2- Brundle + 2.4, 3-Jones +9.5.

•        Volta mais rápida: Senna

•        Campeonato: Senna 78, Brundle 48, Jones 26