Notícias

“Rei de Mônaco”: relembre as histórias do recorde de vitórias de Senna no Principado

Em 23 de maio de 1993, Ayrton Senna entrou para a história da F-1 como maior vencedor do GP de Mônaco após triunfar pela sexta vez no Principado. Com o resultado, o brasileiro superou a marca de cinco vitórias de Graham Hill, todas elas conquistadas nos anos 1960.

Relembre algumas histórias que marcaram o recorde de vitórias de Senna no Principado:

1- GP de Mônaco de 1987

Após ser destaque em 1984 com um segundo lugar, fazer a pole em 1985 e terminar na terceira posição em 1986, Senna conquistou sua primeira vitória em 1987 na pista monegasca pilotando a Lotus amarela. O tricampeão ainda cravou a melhor volta, mas o destaque foi mesmo o banho de champagne do brasileiro na família real na hora da comemoração, quebrando o tradicional protocolo. Confira no vídeo.

2- GP de Mônaco de 1989

Senna queria superar de todas as formas o erro cometido em Monte Carlo no ano anterior, quando estava mais de 50 segundos na frente de Prost e bateu no guard-rail na entrada do túnel. Em 1989, Senna voltou a fazer a pole com mais de 1 segundo sobre o rival e venceu de ponta a ponta sem dar chances para nenhum outro piloto. Outro destaque da prova foi o engarrafamento na Loews, curva mais lenta da Fórmula 1, quando Andrea De Cesaris e Nelson Piquet se tocaram e bloquearam a passagem de outros carros. A F-1 parecia mais um engarrafamento típico da hora do rush em uma grande cidade… Enquanto isso, Senna disparava na ponta.

3- GP de Mônaco de 1990

Em 1990, Senna liderou todas as 78 voltas e fez o famoso Grand Chelem, também conhecido popularmente como barba, cabelo e bigode. Senna fez a pole, venceu de ponta a ponta e ainda cravou a volta mais rápida da prova. O segundo destaque da corrida foi Jean Alesi, que fechou em segundo lugar com a Tyrrell. No pódio, Senna brincou ao ameaçar jogar champagne na família real novamente, mas desta vez quem tomou o banho foi mesmo o cinegrafista da transmissão oficial. Compare os pódios de 1987 e 1990 no vídeo.

4- GP de Mônaco de 1991

Mais um show de Senna pelo Principado. Dessa vez, com uma homenagem especial para Dona Neyde, já que aquele 12 de maio era um domingo de Dia das Mães. Foi a 30ª vitória de Ayrton na Fórmula 1, sendo que seu único incômodo na prova foi quando um bandeirinha atravessou a pista em frente à sua McLaren. O brasileiro precisou tirar o pé do acelerador para não atingi-lo e por sorte nada aconteceu (ver vídeo com 5min02).

5- GP de Mônaco de 1992

Senna fez a pole position em Mônaco quatro vezes consecutivas (de 1988 até 1991), mas em 1992 era praticamente impossível parar as Williams. Mansell liderava a prova com tranquilidade, até que começou a sofrer com os pneus e preferiu fazer uma troca nos boxes. Ao voltar do pit atrás de Senna, o britânico tinha um carro ainda melhor que o do brasileiro e tentou recuperar a ponta de todas as formas. Ayrton fechou a porta diversas vezes durante oito voltas e a diferença entre os dois carros foi de apenas 0s215 na linha de chegada.

6- GP de Mônaco de 1993

A temporada de 1993 ficou marcada pelas vitórias épicas de Senna em Interlagos e em Donington. Mas foi em Mônaco que Ayrton conquistou sua marca mais impressionante: era a sexta vitória no Principado, superando o recorde de Graham Hill, pai de Damon Hill, que estava ao lado de Senna no pódio. Para chegar a vitória e quebrar o recorde que já durava 24 anos, Senna ainda teve que superar Alain Prost e Michael Schumacher, que largaram na sua frente.