Noticias

Vitória apenas com a 6ª marcha nas voltas finais: a consagração de Senna em Interlagos

09/11/2018

O GP do Brasil de Fórmula 1 de 2018 acontece neste domingo no Autódromo de Interlagos. Tricampeão mundial de F-1, Ayrton Senna venceu duas vezes em solo brasileiro na carreira. O piloto chegou à principal categoria do automobilismo mundial em 1984, porém o primeiro triunfo no Brasil veio em 1991, justamente em Interlagos.

Na véspera da prova em 1991, Ayrton dominou o treino classificatório e superou as potentes Williams de Ricardo Patrese e Nigel Mansell, que largariam em segundo e terceiro, respectivamente. Partindo da pole position, Senna liderou a maior parte da prova com boa vantagem sobre os adversários, aproveitando também os problemas de câmbio de Mansell, que abandonou ainda na volta 59.

Restando 10 voltas para o final, a diferença para Patrese, segundo colocado, era de 36 segundos. Nas voltas seguintes, Ayrton começou a ter problemas para engatar as marchas e percebeu que a caixa de câmbio de sua McLaren estava quebrando. Nas sete voltas finais, o brasileiro ficou somente com a sexta marcha e a diferença para o italiano foi caindo aproximadamente quatro segundos por volta.

A diferença diminuía a cada volta, até que a chuva apareceu restando três voltas, deixando todos os brasileiros apreensivos até o final. Patrese forçava para alcançar Ayrton, enquanto o brasileiro acenava pedindo o fim da prova, por conta da chuva que só se intensificava.

Com um enorme esforço físico, Senna lutou até o fim e conquistou sua primeira vitória no GP do Brasil, levando o público de Interlagos ao delírio.

“Eu notei o Patrese se aproximando de mim e cheguei a pensar que não venceria. No entanto, senti que tinha obrigação de vencer aqui no Brasil e assim consegui levar o carro apesar da chuva que caiu no final da corrida. Eu ainda tive espasmos musculares e câimbras nos ombros e pescoço porque o cinto de segurança estava muito apertado, mas também por causa da emoção”, disse após a corrida.

“Só voltei à realidade quando vi a bandeirada. Aí senti um imenso prazer em viver, em estar em Interlagos, na minha terra e vendo a minha gente feliz. Não foi a maior vitória da minha vida, mas foi a mais sacrificada”, disse Senna.

Completamente exausto após quebrar o jejum de nunca ter vencido no Brasil, Senna subiu no pódio em Interlagos com a bandeira brasileira para a imensa festa da torcida e sequer conseguia levantar o troféu devido aos espasmos musculares. Mesmo assim, o piloto fez questão de participar da cerimônia para comemorar com todos os fãs. Festa no Brasil!

O Senna TV conversou com os jornalistas que estiveram no GP do Brasil de 1991 e lembramos de vários momentos especiais desta e de outras participações de Senna no GP do Brasil, falando também sobre a vitória do tricampeão no Brasil em 1993, novamente em Interlagos. Confira.